Relatório ambiental da EMC revela avanços em sustentabilidade e negócios

A EMC Corporation concluiu seu relatório de sustentabilidade e impacto ambiental baseado nas informações compiladas em 2015 e comparadas com a década anterior. O report anual destaca os pontos em que o progresso foi alcançado em relação às metas científicas a serem alcançadas até 2020. Ele também destaca as metas atingidas em 2015 e outros projetos criados ao longo do ano.

Entre os aspectos mais notáveis está a redução em 46% na emissão de gases do efeito estufa proposta em 2005. Todos os produtos lançados em 2015 passaram a incluir fontes de energia que conferem ou excedem os requerimentos estipulados pela Energy Star – padrão internacional para o consumo eficiente de energia criado nos Estados Unidos.

"A TI está no centro de uma monumental marcha de transformação do mundo. A tecnologia está tornando possível entender melhor e formar um futuro para um planeta com mais saúde", afirmou David Goulden, CEO da EMC para Infraestrutura da Informação. "A EMC está feliz e comprometida por ser parte desta enorme oportunidade – para nossos negócios, colaboradores e nas comunidades em que atuamos".

O Dream Centers – centros de estudos e aprendizado com laboratórios multimídia instalados nas imediações dos escritórios da EMC na China – somaram três mil crianças matriculadas. O Whenology – projeto de aplicação do Big Data em uma interface de visualização gráfica que mostra de maneira didática e simples as consequências da ação humana na natureza – ganhou destaque por ser uma iniciativa pública e acessível de recursos visuais criados para prover fácil compreensão da consequência das mudanças climáticas nas espécies animais e vegetais.

O Solar Project, iniciado neste ano em Massachusetts (Estados Unidos), irá entregar até o final do ano energia sem emissões para o equivalente a 320 domicílios americanos.

O EMC Sustainability Report baseia-se em um estudo de 2015 para identificar e priorizar fatores de sustentabilidade no sentido de concentrar os recursos, desenhar metas e melhorar as práticas de trabalho da EMC ao longo dos anos seguintes. Escritas pelo núcleo de negócios estratégicos e de análise de riscos, o estudo resultou também na identificação de quatro temas estratégicos: transformação digital, impacto por meio dos consumidores, talento e responsabilidade de valores – dos quais a sustentabilidade tem um papel central em ajudar a EMC a alcançar seus objetivos de negócios.

O estudo identificou também sete questões que mais tem impacto na EMC quanto na sociedade: segurança e privacidade de dados, o papel da TI na sociedade, energia, diversidade, inclusão social, estudo da engenharia de tecnologia e da matemática, direitos humanos e inovação de produtos. Os temas comentados podem ser vistos na página de sustentabilidade da EMC.

"Na posição de empresa global, estamos criando uma cultura de sustentabilidade ambiental e de responsabilidade digital. Nosso relatório ilustra o progresso da EMC em direção à nossas metas globais de sustentabilidade e comprova a forma de como estamos apoiando as comunidades locais e a sociedade como um todo", afirma Goulden.

Texto originalmente publicado no portal de notícias www.tiinside.com.br.

Outras notícias

IEC PUC Minas - Palestra Infraestrutura de TI - Redes SDN e ITIL

Na busca de ampliar parcerias estratégicas (IT-One/EMC/PUC Minas), a IT-One participará deste evento através de uma palestra, a ser ministrada pelo nosso colaborar Denis ...

Banco Fidis otimiza espaço e reduz custos com instalação do EMC Data Domain

Implantação de nova tecnologia propicia armazenamento mais ágil e menor uso de espaço.

Universidades sob ataque: como garantir a segurança de TI dessas instituições

Um dos setores da economia com as maiores comunidades de usuários são as universidades. Somente a Kroton, por exemplo, tinha em 2015 1 milhão de alunos – desde cursos de ...